Sex, 08/06/2018 | Atualizado em: 08/06/2018 às 05h00

Pet shop Totós são salvos de vida cheia de maus-tratos

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Investigadores da 16ª Delegacia (Pituba) cumpriram um mandado de busca e apreensão no Pet Shop Fun Dog Me, na Avenida José Joaquim Seabra – a J. J. Seabra –, na Baixa dos Sapateiros, e resgataram 15 filhotes de cachorro das raças yorkshire e shi tzu e duas cadelas adultas, ontem de manhã. Eles receberam a informação de que os animais eram vítimas de maus-tratos.

De acordo com a delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª DT, os animais foram encontrados sujos, molhados e em condições precárias.

Os cachorros ficavam recolhidos nos fundos da loja, em um local frio, sujo e molhado. Os filhotes têm entre 15 dias e dois meses de nascidos.

"Os veterinários registraram ocorrência aqui e, a partir daí, passamos a investigar. Quando tivemos a constatação dos fatos, solicitei ao juiz o mandado e, hoje (ontem), fomos lá", afirmou a titular.

Ainda segundo ela, a denúncia foi feita por dois veterinários, ex- funcionários do Pet Shop. "Eles trabalhavam lá e foram verificando os maus-tratos. Ela [dona da loja] deixava os animais no frio e na água. Eles não suportam ver a forma como eles eram tratados", disse a delegada.

A dona do pet shop foi conduzida à delegacia, foi ouvida, assinou um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e foi liberada. Ela foi autuada por maus-tratos e vai responder a um inquérito.

Para a delegada, é possível que a proprietária, que não teve o nome revelado, tenha sido informada sobre a ação da polícia, pois, na denúncia, consta que, além dos animais resgatados, pelo menos 20 cachorros, todos de raça, viviam no canil.