Qui, 07/06/2018 | Atualizado em: 07/06/2018 às 05h00

Prefeito de Jaguarari é cassado três vezes

Aina Soledad
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Pela terceira vez, em menos de um ano, a Câmara de Vereadores de Jaguarari, cassou o mandato do prefeito Everton Rocha (PSDB). Dez vereadores optaram por afastar o gestor durante sessão de votação que durou cerca de sete horas, na última segunda-feira (4). Após denúncia do ex-vice-prefeito da cidade, Rocha passou a ser acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de crime político-administrativo.

A segunda tentativa de cassação ocorreu em fevereiro deste ano, quando os vereadores efetivaram a cassação. Porém, ao fim da sessão, Rocha apresentou uma liminar, anulando a decisão dos vereadores. Na sequência, um juiz suspendeu a sessão de julgamento que anulava a cassação do prefeito e deferiu o "efeito pretendido" na sessão de julgamento da Câmara Municipal.

Rocha, que espera voltar a ocupar o cargo, informou que a ação da Câmara é nula, visto que ele não está na administração da cidade desde fevereiro.