Ter, 05/06/2018 | Atualizado em: 05/06/2018 às 12h50

Eleições Wagner atua para Senado

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Mesmo sendo apontado pela cúpula do PT como "plano B" - caso o ex-presidente Lula não dispute a eleição impedido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - Jaques Wagner está pronto para disputar uma das duas vagas da Bahia no Senado, ao lado de Angelo Coronel. João Leão entra como vice.

O ex-governador da Bahia integra a chapa do atual governador do estado, Rui Costa (PT), que confirmou a notícia em um evento ontem. "Já conversei com todo mundo, inclusive com Lídice. Quero anunciar a chapa oficial ainda nessa primeira semana do mês", disse.

O nome da senadora Lídice da Mata (PSB), que era cotado para a reeleição, parece não ter mais espaço na disputa, mesmo contando com o apoio da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmman.

Para Wagner, "se ela não for escolhida, provavelmente será candidata a deputada federal, porque continuaria na cena nacional. Essa é a tendência natural, mas não é o perfil do PSB ou de Lídice", ponderou.