Sex, 01/06/2018 | Atualizado em: 01/06/2018 às 05h00

Missa de Corpus Christi pede esperança ao país

Anderson Sotero
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Centenas de católicos assistiram, ontem, a missa campal realizada para celebrar o Corpus Christi, na Igreja São Pedro dos Clérigos, no Terreiro de Jesus. Em seguida, saíram em procissão do Pelourinho ao Campo Grande.

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu a missa e disse que a mensagem que daria aos fiéis era de "esperança". "Se o senhor está conosco, devemos ter a confiança de que ele nos dará a força necessária para superarmos as dificuldades".

Dom Murilo comentou, ainda, a greve dos caminhoneiros e as consequências para a população. "Os caminhoneiros tinham suas razões, mas chegou um momento em que não se trata mais de ter ou não razão. Temos que buscar a paz do Brasil e a conciliação", disse.

A preocupação com os rumos do país também foi compartilhada por fiéis. A aposentada Teresinha França, 68, saiu de Pituaçu para agradecer e pedir pela melhora do país. "O país não está como a gente quer. Ninguém ajuda os pobres. Não temos segurança. Não se acha uma consulta em postos de saúde", reclamou.