Esporte

Seg, 21/05/2018 | Atualizado em: 21/05/2018 às 05h03


Esporte

Certeiro, Leão sai do sufoco

Amanda Souza*
A+ A-

Apesar de não ter apresentado um bom nível técnico no jogo de ontem de manhã, no Barradão, o Vitória aproveitou bem as poucas oportunidades reais de gol que teve e conseguiu vencer o Ceará por 2 a 1, pela 6ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

O domínio do jogo esteve, na maior parte do tempo, nos pés da equipe cearense. Enquanto o Vitória tentava finalizar de maneira mais rápida as oportunidades criadas, o alvinegro trabalhava mais suas jogadas e controlava melhor a bola. No entanto, apesar do melhor volume de jogo do Vozão, foi o Leão quem teve mais competência para chegar ao gol.

O primeiro tempo começou com o Vitória imprimindo um ritmo mais ofensivo. Aos 20 minutos, com um passe primoroso de Neilton, o atacante Wallyson recebeu e controlou bem a bola até ficar de cara com o goleiro Éverson, chapar para abrir o placar e fazer os poucos mais de 8 mil torcedores presentes no Barradão comemorarem o gol.

Na segunda etapa, a equipe cearense voltou mais ofensiva e encontrou muitos espaços para criar as suas jogadas. O Leão repetiu a tática usada em outras partidas e ficou recuado ao longo de todo o segundo tempo. Apesar da melhor atuação da defesa, o Vitória deu muito campo e bola ao Ceará, que incomodou bastante o estreante goleiro Elias, que fez boas intervenções.

Aos 30 minutos, a insistência venceu. Kanu cabeceou uma bola pra fora da área direto no corpo de Wescley, que não pestanejou e aproveitou a confusão para mandar pro gol e empatar a partida. Mesmo dominado com o empate, o Vitória encontrou uma oportunidade para ficar na frente outra vez. Lucas Fernandes foi derrubado pelo goleiro Éverson dentro da área, o árbitro marcou o pênalti e Neilton não desperdiçou: 2 a 1 para sair da zona de rebaixamento e começar uma boa sequência no Brasileiro.

O próximo compromisso do Leão é na quinta, contra o Sampaio Corrêa, no Barradão. O time vai precisar de muita disciplina técnica para reverter o resultado negativo da primeira partida e avançar na Copa do Nordeste.

* Sob a supervisão do editor Rafael Tiago Nunes