Sáb, 19/05/2018 | Atualizado em: 19/05/2018 às 05h00

Filipinho é o rei do Rio

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O título da etapa do Rio do Circuito Mundial de Surfe ficou em casa. Ontem, com uma atuação praticamente perfeita na final contra o australiano Wade Carmichael, o brasileiro Filipe Toledo conquistou a etapa disputado na praia de Saquarema.

Filipinho teve grande desempenho durante todo o evento brasileiro, tanto que havia conseguido uma nota 10 para se classificar às quartas de final. E ele quase conseguiu repetir uma onda perfeita na disputa pelo título com Carmichael ao obter a nota 9,93 - três dos cinco juízes, inclusive, a definiram como 10.

Isso ocorreu após Filipinho ter um revés logo no início da bateria decisiva, com a sua prancha se quebrando, o que o levou a trocá-la. Mas isso não o abalou e ele venceu a final até com uma certa facilidade, tanto que o brasileiro ainda conseguiu outra nota alta - 7,17 -, fechando a briga pelo título com 17,10

Carmichael, por sua vez, fez um somatório de 8,00, com 3,67 e 4,33 nas suas melhores ondas. Foi, então, muito pouco para impedir que Filipinho vencesse pela sexta vez uma etapa do Circuito Mundial de Surfe, sendo que ele nunca perdeu uma final. Além disso, foi a segunda conquista do brasileiro no Rio, onde havia sido campeão em 2015.

"Primeiramente, gostaria de agradecer a Deus pela oportunidade de estar aqui nesse lugar maravilhoso que é Saquarema. Foi um campeonato incrível. Esse troféu é para o meu filhote Koa, que nasceu há poucas semanas", declarou o brasileiro.