Nas Ruas

Qua, 16/05/2018 | Atualizado em: 16/05/2018 às 05h01


Nas Ruas

Garis: essa galera é MASSA!

Jefferson domingos
A+ A-

Hoje é o dia dos protagonistas das ruas que, por muitas vezes, passam despercebidos em meio a multidões. Mas isso não é problema. Pois, com sol ou chuva, eles cuidam para que a nossa cidade fique ainda mais bonita e limpinha.

Hoje, 16 de maio, é celebrado o Dia do Gari. Com uma vassoura na mão e um sorriso no rosto, esses profissionais exercem um papel importante para a sociedade. A data lembra o dia da publicação da lei que instituiu a categoria, em 16 de maio de 1962. O termo "gari" surgiu em homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, que ficou conhecido por ser o fundador da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, em 1876.

O MASSA! conversou alguns garis que atuam no bairro de Valéria. Por coincidência, todas mulheres. A animada Iraildes França, 56 anos, foi a porta-voz do grupo. Ela está há 13 anos na profissão, oito deles em Valéria. Devido a esse longo período em uma localidade, ela conta que já estabeleceu uma relação cordial com os moradores, mas que o preconceito de alguns ainda existe.

"Tem quem discrimina e diz que a gente ganha bem, que tem que jogar lixo no chão mesmo para a gente ter dinheiro no final do mês. Mas morrer para ajudar o coveiro ninguém quer", disse Iraildes, que fez questão de ressaltar que a maioria do bairro trata os garis muito bem.

Apesar de todas as dificuldades, elas sentem orgulho do que fazem, como relata Jane dos Anjos. "São mais de 10 anos atuando como gari. Tenho duas filhas e um neto. Conquistei muita coisa com eles devido a minha profissão", comemora.