Nas Ruas

Qua, 09/05/2018 | Atualizado em: 09/05/2018 às 05h00


Nas Ruas

Queixas contra Correios só cresce

A+ A-

O Procon-BA convocou ontem os Correios para explicar os constantes atrasos na entrega de encomendas no estado. Somente este ano, 40 denúncias contra a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos foram registradas no Procon baiano, número que, até então, não chegava a uma dezena, no mesmo período de anos anteriores.

Representantes dos Correios compareceram à sede do órgão, onde prestaram esclarecimentos e se comprometeram a por em prática um plano para melhorar os serviços.

Os executivos dos Correios disseram ao Procon que os atrasos nas entregas na Bahia envolvem questões de zoneamento (dificuldades de encontrar endereços) e devido à " falta de recursos estruturais e humanos" da companhia.

Esta semana, os Correios anunciaram que pretendem fechar 513 agências e demitir 5.300 trabalhadores. De acordo com a estatal, a demissão pode ser ainda maior caso a empresa não consiga arcar com as dívidas trabalhistas.