Qui, 26/04/2018 | Atualizado em: 26/04/2018 às 05h00

Sem votação dos limites da cidade

das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Foi adiado - mais uma vez - o projeto de lei que debate os limites entre Lauro de Freitas e Salvador, por pedido de "vista" de um deputado estadual. A discussão agora parece que gira em torno da inauguração da nova Estação do Metrô no Aeroporto e, em breve, em Lauro de Freitas.

O argumento oficial era a redefinição populacional que teria efeito nos repasses de FPM. O IBGE precisava dos dados para comunicar ao Ministério da Fazenda até amanhã, 27. Por isso a situação deveria ter sido determinada logo.

Segundo a prefeita Moema Gramacho, essa indefinição causa uma enorme insegurança em relação aos moradores dos municípios, principalmente por serem cobrados como se morassem nos dois. Segundo ela, essa "novela" dos limites das cidades só deixa a população confusa e sem identidade. "Nós não estamos querendo subtrair nada de Salvador, só queremos garantir legalmente o que Lauro de Freitas administra há 50 anos", ressaltou a prefeita da cidade.