Seg, 23/04/2018 | Atualizado em: 23/04/2018 às 05h00

Sorrindo como uma criança

camila de jesus*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O Brasil já foi chamado de 'país de banguelas'. Felizmente, a situação melhorou, mas nem por isso devemos descuidar, especialmente porque a população de idosos aumenta a cada ano e essa fase da vida requer cuidados específicas para manter a saúde bucal.

Segundo a dentista Priscila Carvalho, da Core Odontomédica, as perdas dentais e ósseas são os problemas que mais atingem pessoas nessa faixa etária. "A perda dos dentes ou uso de uma prótese inadequada fazem com que o lábio fique caído, causando a queilite actínica. Trata-se de uma lesão no canto da boca devido à falta de sustentação na região", explica.

Outro problema cocomum é o surgimento de fungos em pacientes que usam próteses. "Eles podem atingir a cavidade oral pelo acúmulo de resíduos alimentares na prótese, por falta de uma higienização correta", diz.

Priscila frisa que a sensibilidade também tende a aumentar com o decorrer da idade. "Com o passar dos anos, o esmalte dos dentes se desgasta, deixando a dentina - tecido que possui nervos - mais exposta, provocando maior sensibilidade", alerta. Portanto, cuide dos dentes agora!

* Sob a supervisão da editora Ellen Alaver