Sáb, 21/04/2018 | Atualizado em: 21/04/2018 às 05h01

Toró alaga a cidade e alerta para deslizamentos

Da redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

redacao@jornalmassa.com

O sistema de alerta e alarme de deslizamento foi acionado pela primeira vez em três comunidades de Salvador. Por conta do temporal, na manhã de ontem, a sirene foi ativada pela Defesa Civil (Codesal) nos bairros de Bom Juá, Vila Picasso, em Boa Vista de São Caetano e Rua Mamede, no Alto da Terezinha. O dispositivo alerta os moradores sobre riscos de deslizamento e alagamento pelo mau tempo.

Cerca de 90 pessoas de 28 famílias da Vila Picasso foram cadastradas e acolhidas na Escola Municipal Professor Antônio Carvalho Guedes, na Capelinha de São Caetano. Os moradores da Rua Mamede foram direcionados para a Escola Municipal Santa Teresina e receberam colchões, lençóis, alimentação e itens de higiene.

Já em Bom Juá, quatro famílias fizeram o cadastro , mas optaram ficar na casa de parentes. Após o cadastro, a Semps verifica a necessidade de recebimento de auxílio-moradia ou auxílio-emergência.

A medida integra o Plano Preventivo de Defesa Civil, já que choveu cerca de 150 milímetros em 72 horas. No entanto, quando o índice chega a 80 milímetros, equipes da Codesal e da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) vão ao local acompanhar o índice pluviométrico e orientar os moradores.