Esporte

Seg, 16/04/2018 | Atualizado em: 16/04/2018 às 05h00


Esporte

Estreia digna de vergonha

Rafael Teles
A+ A-

Longe de ter a estreia dos sonhos, ontem o Bahia foi derrotado pelo Internacional por 2 a 0, no Beira-Rio, em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Os gols do Colorado foram marcados por Nico López, que começou no banco e entrou em campo para substituir o lesionado Rossi.

O Tricolor até tinha poupado os titulares no meio da semana, pela Copa Sul-Americana, mas não conseguiu ter uma atuação convincente, principalmente porque alguns jogadores, como Vinicius e Edigar Junio, estiveram abaixo da média e não conseguiram repetir as boas atuações da reta final do Campeonato Baiano.

Agora, o Esquadrão tem a semana livre e só volta a jogar no sábado, às 16h, contra o Santos, na Fonte Nova, pela 2ª rodada do Brasileirão. Em termos de chances claras de gol, o primeiro tempo foi pouco movimentado. Aos dez minutos, Odair Hellmann perdeu o atacante Rossi, com dores musculares, e mandou o uruguaio Nico López para o campo.

Foi justamente o atacante que acabou com o marasmo da partida. Aos 37 minutos, ele se antecipou a Douglas Grolli e usou a cabeça para completar cruzamento de Patrick. Estava aberto o placar no Beira-Rio.

O Bahia voltou para o segundo tempo com Júnior Brumado no lugar do jovem Marco Antônio, que foi pouco participativo. A equipe tricolor até frequentou mais o campo de ataque no começo do segundo tempo, mas foi Nico López que tabelou com Edenílson, entrou fácil na defesa do Bahia e ampliou o placar. No lance, mais um vacilo de Douglas Grolli, que não conseguiu acompanhar a marcação.