Edição do dia
Sáb, 14/04/2018 | Atualizado em: 14/04/2018 às 05h00

Tudo para mudar a história

Rafael Teles
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Hoje, às 19h, o Vitória entra em campo para receber o Flamengo, no Barradão, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Curiosamente, o Leão inicia a campanha diante do mesmo adversário contra quem encerrou a Série A do ano passado.

Impossível pensar em Vitória e Flamengo e não lembrar daquele jogo, disputado há pouco mais de quatro meses, que quase sacramentou o rebaixamento rubro-negro no último lance do jogo.

Derrotado pela equipe carioca com um gol de pênalti aos 50 minutos do segundo tempo, o Vitória foi salvo graças a um triunfo da Chapecoense sobre o Coritiba, que terminou por rebaixar o Coxa, também nos minutos finais.

O objetivo dos rubro-negros é fazer com que o reencontro, desta vez no pontapé inicial da Série A, marque uma caminhada menos dramática durante a competição mais importante do calendário da equipe.

Para que isso aconteça, é fundamental que a equipe tenha um desempenho melhor como mandante. Em 2017, o Vitória foi o time que menos somou pontos nos seus domínios, fato que contribuiu para o quase rebaixamento.

De olho na partida do Barradão, Willian Farias reforçou a importância de o time se impor como mandante para conseguir bons resultados em Salvador.

"Expectativa de fazer um bom jogo, fazer do Barradão os nossos domínios, o lugar onde a gente se sinta bem e o adversário não. Temos que impor nosso jogo, vencer no Barradão e fazer com que seja o nosso ponto positivo", destacou o capitão.