Edição do dia
Qui, 12/04/2018 | Atualizado em: 12/04/2018 às 05h00

Pedreiro mata a ex na frente da filhinha

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

"Em um certo ponto, diante de tanta violência, a gente já esperava que isso pudesse acontecer. A gente pedia para ela se separar, a família a apoiava, mas ela era muito teimosa", desabafou uma parente da enfermeira Claudiane Mota Nascimento, 22 anos, morta a facadas na madrugada de ontem, na Boa Vista de São Caetano, ao lamentar a morte brutal da jovem.

O corpo de Claudiane foi encontrado por vizinhos, ontem de manhã, caído na sala da casa, na qual ela conviveu com o ex-companheiro, o ajudante de pedreiro Luiggi de Jesus Lima, 23, na Travessa da Saboaria, após a filha do casal, de 3 anos, chorar desesperadamente.

A família acusa Luiggi de ter esfaqueado a ex-mulher na frente da filha, durante uma discussão, e depois trancado a residência e fugido. "Os vizinhos ouviram a menina chorar, quando foram lá, viram que o portão estava encostado, a porta trancada e a chave pendurada do lado de fora. Quando entraram, viram a cena, a menina deitada ao lado do corpo da mãe", contou uma familiar, sob anonimato.

Ela é prima do suspeito e esposa do tio de Claudiane.