Edição do dia
Qua, 11/04/2018 | Atualizado em: 11/04/2018 às 05h01

Polícia evita mais incêndio contra buzus

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Luiz Fernando Chantal Saldanha de Oliveira, 19 anos, o Chantal, foi preso ontem à tarde, no Pero Vaz, minutos depois de ordenar toque de recolher no bairro e a queima de dois ônibus.

A determinação seria uma retaliação pelas mortes de Luiz Gustavo Santos Brito, Adelson Santos de Oliveira e Gabriel Lima Oliveira, na tarde da segunda-feira (9), durante um confronto com policiais militares das Rondas Especiais Baía de Todos -os-Santos (Rondesp/ BTS).

Além de Chantal, duas mulheres e três homens foram detidos, na Travessa Vitor Serra, próximo ao final de linha, quando se preparavam para atear fogo nos veículos. Os nomes deles não foram revelados.

Eles foram conduzidos à sede do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), na Baixa do Fiscal, onde foram autuados por associação criminosa, roubo das chaves e ameaça.

Os motoristas foram surpreendidos pelo grupo, por volta de 1h30, quando passavam pela Rua Doutor Eduardo Santos. Eles foram obrigados a atravessar os ônibus na via e depois tiveram as chaves roubadas.