Esporte

Seg, 09/04/2018 | Atualizado em: 09/04/2018 às 05h00


Esporte

#47: maior campeão baiano faz a festa

A+ A-

O Bahia termina a primeira competição de 2018 com êxito. Ontem, no Barradão, o Tricolor ganhou a segunda partida da final sobre o Vitória, por 1 a 0, e comemorou o 47º título estadual da história. Autor do gol do triunfo, Elton mostrou oportunismo e foi um dos destaques da partida.

"Muitas vezes a gente espera os atacantes para definir o jogo, mas eu fui acreditando que o goleiro poderia rebater. Fui abençoado em fazer o gol. Quero agradecer a Deus, ao grupo, que só tem cara do bem, e, aos poucos, a gente vai conquistando nossos objetivos", disse o volante tricolor.

Foi a terceira vez que o Esquadrão levantou a taça na casa do arquirrival. A última havia sido o Nordestão de 2002. A primeira o Baianão de 1998. De quebra, a glória foi alcançada com dois triunfos – na ida foi 2 a 1 na Fonte Nova. Isso não acontecia a favor do Bahia desde 1976. E tem quase um ano sem perder o clássico: cinco triunfos e três empates.

Após o fim do jogo, atletas e comissão técnica tricolores comemoraram o título aos gritos de "o Barradão é nosso!". Também vestiram camisas para provocar sobre o primeiro Ba-Vi do ano, no qual o Vitória teve cinco expulsos e perdeu por WO: "Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come".

Sem a presença da torcida rubro-negra após o jogo, Vinicius fez a polêmica dancinha para as câmeras de televisão e comemorou ao seu estilo.

A conquista é um alívio para Guto Ferreira, muito criticado no início da temporada. Além do acesso à Série A, em 2016, e do título regional, no ano passado, Gordiola confirmou mais um feito no comando do Bahia.