Edição do dia
Seg, 09/04/2018 | Atualizado em: 09/04/2018 às 05h00

Timão broca na casa do Porco e é bi

Das Agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O Corinthians se tornou campeão paulista com cara de Corinthians. O time não tremeu no Allianz Parque lotado, domou o ambiente de favoritismo do Palmeiras ontem e chegou ao segundo título estadual consecutivo graças à frieza e ao controle de quem venceu por 1 a 0 no tempo normal, com um gol de Rofriguinho no primeiro minuto, e confirmou a conquista nos pênaltis, com vitória por 4 a 3.

A final teve um roteiro como a torcida corintiana gosta. Foi preciso sofrer, aguentar e ser humilde diante de um rival favorito que ganhou por 1 a 0 em Itaquera o jogo de ida. O herói nas penalidades foi Cássio, que pegou as cobranças de Dudu e Lucas Lima, enquanto Danilo, Romero, Lucca e, por fim, Maycon, confirmaram o título de um clube, que apesar de ser o defensor do título, era zebra para a finalíssima.

O reencontro entre os dois rivais em uma decisão após 19 anos foi em uma intensidade altíssima.