Viver Bem

Seg, 09/04/2018 | Atualizado em: 09/04/2018 às 05h00


Viver Bem

Aparelho é pra ser levado a sério

A+ A-
>

"Eu levei 8 anos com o aparelho e foi muito ruim. Gastava mais de R$1 mil por ano e o incômodo era enorme. O pior é que todo esse tempo com aparelho, meus dentes ainda estão tortos", conta a estudante, Amanda Maria Azevedo, 20.

De acordo com a ortodontista da Clínica Odontológica Santana, Suelen Mendes Medeiros, manter a frequência na manutenção do aparelho é fundamental. "Se o tratamento não for feito corretamente, o problema que já foi solucionado pode regredir. E outros podem surgir como o acúmulo de placas bacterianas, cáries até inflamação na gengiva", explica.

A especialista alerta que o abandono pode causar até a perda do dente. "A presença de placas bacterianas no dente, passam para a gengiva e pode chegar ao osso, contribuindo para reabsorção óssea ou seja a perda do osso", frisa.

O sócio-diretor do Grupo Ateliê Oral, Marcelo Moreira, explica a importância de se ter os dentes alinhados. "Se o paciente não tiver uma boa relação da mordida (os dentes não terminam encaixados), ela pode ocasionar problemas, como dores de cabeça e no maxilar", menciona.

*Sob orientação da editora Ellen Alaver