Edição do dia
Sáb, 31/03/2018 | Atualizado em: 31/03/2018 às 05h00

Prodígio sai do interior para ganhar o mundo

Jefferson Domingos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Com apenas 16 anos, Rafael Ramon já acumula prêmios em olimpíadas de português e matemática, uma participação no projeto Jovem Senador, em Brasília, e ainda foi aprovado no curso de direito nas universidades federal e estadual da Bahia (Uneb e Ufba).

Para conquistar tudo isso, o jovem prodígio superou as dificuldades encontradas desde a época em que estudava em Andaraí, na Chapada Diamantina. "Se ficasse só limitado ao colégio, eu não ia conseguir expandir o meu conhecimento. Por isso busquei as olimpíadas para ir além, sair do interior", contou.

Com facilidade rara para lidar com as palavras e também com os números, Rafael explicou porque escolheu o curso de direito: "Quero terminar minha graduação em Direito e tentar ser juiz. Mas também quero advogar por um período porque gosto muito dessa questão de defender, buscar a justiça".

Aprovado nas duas principais universidades da Bahia, o jovem assistiu as primeiras aulas do curso na Uneb até trancar a matrícula para se registrar na instituição federal. "Foi uma maneira de ir conhecendo o curso. Anotei muita coisa, e vou me adaptando", disse.