Plantão

Sáb, 03/03/2018 | Atualizado em: 03/03/2018 às 05h00


Plantão

Na Engoma Um é executado e outro baleado

Da Redação
A+ A-

"Eu só quero Justiça. Meu irmão não merecia morrer assim. Ele era um menino bom, nunca fez mal a ninguém". O desabafo emocionado foi dado pela irmã mais velha do mecânico Laércio Sousa Sales, 20 anos, enquanto aguardava o corpo dele ser liberado no Instituo Médico-Legal Nina Rodrigues (IMLNR), ontem pela manhã.

O rapaz foi morto durante uma operação realizada por policiais da Rondesp Central na última quinta-feira (1º), na localidade da Baixa de Nanã, no bairro da Engomadeira. Um adolescente de 17 anos foi baleado durante a ação policial e permanecia internado no Hospital Geral do Estado (HGE) até a tarde de ontem.

Ambos foram levados pelos policiais ao Hospital Geral Rober to Santos (HGRS), de onde o adolescente precisou ser regulado para o HGE. A PM informou que os policiais faziam incursões na localidade, quando foram recebidos a tiros por 15 homens. "No revide, foram localizados dois indivíduos alvejados", diz a nota.

A versão foi negada por parentes das vítimas e outros moradores da Baixa de Nanã. Uma testemunha contou que o adolescente saiu de casa para comprar frutas a pedido da mãe e Laércio o acompanhou. Os dois caminhavam pela rua, quando foram cercados pelos policiais.

"A chocolate [Rondesp] chegou aqui, colocou o menino [Laércio] sentado e deu um tiro na cabeça dele. Depois deu mais três tiros. Pegou o outro, colocou sentado e atirou na costela e na perna do menino", contou uma testemunha.