Esporte

Sex, 23/02/2018 | Atualizado em: 23/02/2018 às 05h00


Esporte

Baianão Vitória pode ser excluído e rebaixado

Jefferson Domingos
A+ A-

O procurador Hermes Hilarião, do Tribunal de Justiça do Futebol da Bahia (TJD-BA), pediu a desclassificação e o rebaixamento do Vitória no Campeonato Baiano, por, segundo ele, dar o encerramento de forma intencional ao Ba-Vi do último domingo, no Barradão. No total, 12 jogadores foram denunciados, mais o técnico Vagner Mancini, o supervisor do Rubro-Negro Mário Silva e o próprio Vitória.

O caso deve entrar na pauta do tribunal já na próxima semana, com possibilidade de ser analisado por uma das comissões da corte na terça-feira, dia 27, às 18h.

Segundo o procurador, o final forjado da partida prejudicou equipes como Jequié e o Fluminense de Feira, pelo fato da primeira fase do Baianão ser disputada no formato de pontos corridos.

" O Vitória, através de seus atletas, do técnico Vágner Mancini e do supervisor Mário Silva, teria de forma proposital forçado o final da partida. Isso gerou prejuízo desportivo ao Jequié e ao Fluminense de Feira, que dependia de tropeços do Bahia para se classificar. Pela conduta antidesportiva, o Vitória merece ser desclassificado do campeonato, segundo o Código Disciplinar da Fifa", explicou.

Além da súmula da partida, Hermes Hilarião confirmou que usou imagens da transmissão do jogo e o laudo do especialista em leitura labial para formular as denúncias. As acusações se resumem em agressões e condutas antidesportivas. Pivô de toda confusão, o meia Vinícius, do Bahia, foi denunciado por fazer gestos obscenos na comemoração do gol.

Expulso por ter levado dois cartões amarelos, o volante Uillian Correia não foi denunciado. Na súmula da partida, o árbitro Jaílson Freitas Macedo relatou a invasão de dois torcedores rubro-negros em campo, mas, segundo Hilarião, o clube não será penalizado, porque os infratores foram identificados e punidos.

Com a divulgação da súmula do jogo, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) determinou que o Tricolor havia vencido o Ba-Vi por WO, o que gerou o placar de 3 a 0. Na última quarta-feira, o Vitória ingressou com um mandado de segurança junto ao TJD-BA para tentar manter o placar do Ba-Vi empatado em 1 a 1. O Leão alega que não provocou o final da partida sozinho.