Sex, 23/02/2018 | Atualizado em: 23/02/2018 às 05h00

Iluminado! Vinícius brilha e Baêa destrói

Jefferson Domingos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Teve gol. Teve dancinha. Mas não teve briga. O Bahia encaminhou a classificação para as quartas de final da Copa do Nordeste ao bater o Náutico, ontem, por 2 a 1. O destaque da partida não poderia ser outro: Vinicius. O jogador do Tricolor mais citado durante a semana , pelas provocações no último Ba-Vi, arrebentou. Ele comandou o triunfo do Esquadrão com um gol e uma assistência para Edigar Junio. Com o resultado, o Tricolor se firmou na segunda colocação do grupo C com seis pontos, três a menos que o líder Botafogo (PB). Náutico e Altos completam a chave com um ponto, cada.

Mas o triunfo não veio tão fácil. Os 10 minutos iniciais foram de futebol deprimente. O Bahia errava passes simples e, após erro na saída de bola, viu o Náutico quase abrir o placar com Medina.

Aproveitando a velocidade de Nino Paraíba pelo o lado direito, o Tricolor criou as primeiras oportunidades. Aos 16, o lateral quase marcou, quando foi à linha de fundo, cortou para dentro e exigiu grande defesa de Bruno.

Em busca de seu primeiro gol na temporada, Edigar Junio ia desencantar após cabeceio, mas o zagueiro Thiago Ennes impediu que a bola entrasse. 'Faminto' por um gol, Edigar continuou insistindo e quase fez um golaço de voleio.

Sumido do jogo, Kayke saiu da área, fez boa jogada pela ponta esquerda, e cruzou na marca do pênalti. Vinícius emendou lindo chute de primeira para estufar as redes.

Em grande fase, o camisa 29 deu passe açucarado para Edigar Junio. Mas o atacante perdeu de cara com o goleiro Bruno.

No segundo tempo, Vinícius quase marcou de longe. Mas o segundo estava destinado para Edigar que, de cabeça, aproveitou cobrança de escanteio de Vinicius e encerrou a sua saga pelo primeiro gol na temporada 2018.

O Bahia foi diminuindo o ritmo dentro de campo e deu brechas para o Náutico marcar o gol de honra aos 40 minutos. Lucas Fonseca vacilou e só olhou Thiago Ennes dar uma bela enfiada para Tharcysio, que saiu na frente de Anderson e chutou rasteiro. O goleiro defendeu, mas Clebinho marcou no rebote. O Tricolor, no entanto, não chegou a sofrer pressão e quase marcou no finalzinho com Zé Rafael. O Bahia volta a campo no próximo domingo, pelo o Baianão, contra o Atlântico.