Nas Ruas

Qua, 14/02/2018 | Atualizado em: 14/02/2018 às 05h00


Nas Ruas

Saudades Foliões se acabam no último dia de Carnaval

Da redação
A+ A-

Chegou a tão temida hora do Rei Momo dar a chave da cidade de volta ao prefeito. Sendo assim, os foliões não pouparam energia para aproveitar os últimos momentos do Carnaval de Salvador em todos os circuitos.

No Campo Grande, a pipoca tomou conta dos 8 quilômetros do percurso. O Olodum botou a galera no embalo do reggae com um convidado muito especial: Andrew Tosh, filho do lendário cantor jamaicano Peter Tosh. Em seguida, o pranchão do Alavonté trouxe um axé "das antigas". Já Saulo Fernandes chegou em seguida vestido com um traje em homenagem ao Ilê Aiyê e arrastou a multidão com os sucessos da sua ex-banda, a Eva.

O destaque do último dia do Circuito Osmar ficou com Daniela Mercury e seu "Banzeiro". Ao todo, a rainha cantou a música cinco vezes em todo o desfile, com o objetivo de emplacar a canção como "música do carnaval".

Fiéis ao Campo Grande, As Muquiranas se despediram da folia com Léo Santana. Harmonia do Samba levou mais pagodão pro circuito e, logo depois, o banda queridinha do momento, a BaianaSystem, entrou e colocou os fãs em transe, o que marcou a revitalização do carnaval da avenida.

Já no circuito Dodô (Barra), a diversidade em estilos musicais predominou. Cláudia Leitte trouxe o seu bloco Largadinho com as cantoras sertanejas Maiara e Maraísa. Bell Marques relembrou os sucessos do Chiclete com Banana no bloco Camaleão e, sem perder o fôlego, os foliões ainda curtiram muita música eletrônica com o DJ Alok.

O bloco Armadinho, Dodô & Osmar também colocou o "fubicão" na rua deixando os presentes felizes com a sinfonia de guitarra baiana.

Na despedida da folia na Barra, o destaque ficou com os trios independentes. Jau, Denny Denan, Margareth Menezes, Gilmelândia e a cantora Pablo Vittar promoveram uma festa de despedida e tanto para baianos e turistas. Que venha 2019!