Qua, 14/02/2018 | Atualizado em: 14/02/2018 às 05h00

'Champions' Confronto do ano na Espanha

Redação e Agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O principal confronto das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa terá início na tarde de hoje, quando Real Madrid e PSG se enfrentam pelo jogo de ida, às 16h45, no Santiago Bernabéu, em Madri.

Será uma verdadeira prova de fogo para Neymar, atacante do Paris, na tentativa de conquistar o posto de melhor do mundo. O brasileiro terá a missão de liderar o time francês, que nunca venceu o torneio, diante do atual bicampeão, que possui 12 títulos ao todo.

Além disso, o Real Madrid é liderado por Cristiano Ronaldo, atual melhor atleta do planeta – que soma cinco Bolas de Ouro no currículo.

Técnico do Real – mandante na partida de logo mais –, Zinédine Zidane prefere não falar em duelo CR7 x Neymar. "Ronaldo e Neymar são grandes jogadores. [Ronaldo] fez coisas extraordinárias, ganhou cinco Bolas de Ouro e não são coisas comparáveis. Não é Ronaldo contra Neymar, é um Madrid contra Paris. Todos querem ver um bom jogo", declarou o treinador do time merengue, que não poderá contar com o lateral-direito Dani Carvajal, suspenso.

Na coletiva do PSG, o técnico Unai Emery ressaltou a força do adversário na competição. "É historicamente a melhor equipe. Respeitamos [o Real] tanto individual como coletivamente. Mas estou confiante que os meus jogadores podem demonstrar a sua capacidade. Estamos prontos para ganhar este jogo", contou.

Fora da última partida do PSG pelo Campeonato Francês por causa de dores no quadril, Edinson Cavani foi relacionado, ontem, e será titular. O atacante uruguaio formará trio de ataque com Neymar e Mbappé.

Já o volante brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta ficou fora por ainda não estar em condições ideais de atuar após se recuperar de uma lesão que o deixou longo prazo afastado.

Também hoje, no mesmo horário, o Porto recebe o Liverpool em Portugal.