Plantão

Sex, 09/02/2018 | Atualizado em: 09/02/2018 às 05h00


Plantão

Bloco de golpistas será com 'cordas'

Alexandre Santos
A+ A-

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha que aplicou golpes em ao menos dois camarotes e um hotel cinco estrelas situados em um dos circuitos do carnaval, na orla de Salvador.

Lucas de Oliveira Santos, 26, José Nilson Barreto, 27, Diego Gomes Barreto, 30, e duas mulheres – de identidade não informada – foram presos na manhã de ontem por equipes do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP).

Segundo investigadores, trata-se de uma quadrilha especializada em crimes de estelionato com atuação em estados como Bahia, Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro. Entre os alvos lesados na capital baiana, estão o hotel Othon Palace, onde o grupo alugou duas suítes por R$ 24 mil, e os camarotes Salvador e VillaMix, todos em Ondina.

Os criminosos se apropriavam de dados de terceiros para emitir cartões de crédito em seus nomes. Até mesmo informações de vítimas de outros países eram utilizados na fraude.

Na última quarta (7), eles compraram cerca de 700 camisas de um único camarote.

Segundo o delegado Élvio Brandão de Oliveira, diretor do DCCP, o grupo vinha sendo investigado há dois meses. Nesse período, descobriu-se que os integrantes praticaram crimes da mesma modalidade às vésperas da folia do ano passado

Naquela ocasião, os prejuízos decorrentes da quadrilha somaram cerca de R$ 500 mil. "Acreditamos que, desta vez, o golpe seria bem acima disso", afirma Élvio, sem mensurar valores.

Na operação que desbaratou o esquema, os investigadores apreenderam relógios de luxo, garrafas de uísque, energético e R$ 2 mil em espécie.

Procurados, o Othon Palace e os camarotes Salvador e VillaMix não se manifestaram.