Edição do dia
Qua, 07/02/2018 | Atualizado em: 07/02/2018 às 05h01

Discussão doméstica termina bem quente

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A autônoma Maria Luzia de Jesus Silva, 48 anos, foi levada ao Hospital Geral do Estado (HGE), ontem pela manhã, com queimaduras no abdômen, braço direito, pescoço e mãos. Ela disse aos policiais do posto da Polícia Civil do HGE que estava em casa, na Rua Assis Valente, em Cajazeira 10, quando foi queimada pelo companheiro de prenome Carlos, durante uma discussão. Segundo Washington Costa, investigador da 13ª Delegacia (Cajazeiras), o filho de Maria, um menino de 9 anos, desmentiu a mãe e disse que ela mesmo se queimou por não aceitar o fim do relacionamento com o padrasto.