Edição do dia
Qua, 07/02/2018 | Atualizado em: 07/02/2018 às 05h01

A bola pede mais, Baêa!

Tiago Lemos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

No sétimo jogo do ano, hoje, às 18h30, na Fonte Nova, o Bahia vai tentar finalmente fazer as pazes com o bom futebol. O adversário será o Vitória da Conquista, pela quinta rodada do Baianão.

O time comandado por Guto Ferreira até conquistou dois triunfos em 2018, mas tem tratado a bola da pior maneira possível. Por isso, soma apenas uma vitória no Estadual e ocupa o quinto lugar com cinco pontos.

Para piorar, o ataque só balançou a rede duas vezes em quatro jogos pela competição local – pior marca do clube em toda a história.

Além desses motivos, derrotar o Bode será importante para brigar pelo G-4.

O Bahia terá algumas mudanças em relação ao último jogo. A primeira será a entrada do goleiro Anderson no lugar de Douglas, expulso contra o Jacobina.

E nada de dois volantes. Voltam Gregore e Vinícius nos lugares de Edson e Elton, respectivamente. Na lateral esquerda, Mena substitui Léo Pelé, poupado. Élber será opção no ataque no lugar de Allione.

Sobre o Vitória da Conquista, será a primeira partida após a saída de Washington do comando técnico do Bode.

Em quatro jogos pelo Baianão, o "Coração Valente" conquistou apenas uma vitória e perdeu três jogos. Hoje, o técnico será Guilhermino Lima .