Seg, 05/02/2018 | Atualizado em: 05/02/2018 às 05h00

Furdunço antecipa Carnaval na Barra

Anderson Sotero
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A menos de uma semana do Rei Momo receber as chaves da cidade e dar início oficialmente ao Carnaval de Salvador, na próxima quinta-feira, a Barra já virou palco antecipado da folia baiana. Ontem, marchinhas e microtrios invadiram a avenida Oceânica, sem cordas, acompanhados de um mar de foliões para mais uma edição do Furdunço. Cerca de 40 atrações saíram da altura do Clube Espanhol em direção ao Farol da Barra.

A auxiliar administrativo Edna Rosas, 32, foi acompanhada de cinco amigas, moradoras da Boca do Rio. Todas vestidas de Capitã América. "Eu acho isto muito bacana porque há muita diversidade. E cada um se veste da forma que quer. É um espaço de muita liberdade".

Já o professor Gilson França, 32, preferiu sair atrás dos bloquinhos somente com glitter espalhado pelo corpo. "Não vim fantasiado. É glitter, uma máscara e uma pluma que serve como peruca improvisada", detalhou.

O sol já havia se posto quando o músico Armandinho e seus irmãos, uma das atrações mais aguardadas, chegou ao Cristo, ao som de "A luz de Tieta" e fez uma homenagem a Dodô e Osmar, criadores do trio elétrico. Até o fim da noite, ainda eram esperados artistas como a cantora Márcia Castro e a banda Baiana System.