Qui, 01/02/2018 | Atualizado em: 01/02/2018 às 05h00

Salvador registra número preocupante

Da Redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Desde o início de janeiro, 60 macacos foram capturados em Salvador com suspeita de febre amarela, sendo 55 mortos e cinco vivos. Exames laboratoriais serão feitos para confirmar se os animais foram infectados pela doença.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), os materiais coletados nos animais na capital baiana já foram encaminhados para o Laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Rio de Janeiro. No ano passado, foram 13 macacos com confirmação de febre amarela na cidade.

Estima-se que pouco mais de 1,2 milhão de pessoas ainda precisam se proteger contra a doença em Salvador. De acordo com informações da SMS, a vacina está disponível nas 126 unidades básicas da rede municipal.