Edição do dia
Qui, 01/02/2018 | Atualizado em: 01/02/2018 às 05h00

Biometria Corre-corre até o último segundo

FELIPE SANTANA*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Ainda muito ofegante pela corrida para chegar até o final da fila, o autônomo Humberto Falcão, 19 anos, foi o último eleitor que chegou ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) dentro do prazo estipulado, 18h de ontem, para encerrar o atendimento para o recadastramento.

Com sorriso no rosto, ele só conseguia comemorar. "A sensação de ser último da fila é de alívio. Cheguei de viagem ontem [terça] e tive que vir, pois dependo do Título de Eleitor para fazer a matrícula na faculdade", contou Humberto.

A proximidade do término do prazo para garantir um lugar na fila do cadastramento biométrico na sede do TRE, resultou em desespero. Por volta das 17h50, os eleitores corriam entre os veículos para não perderem a oportunidade. Muitos, porém não conseguiram chegar em tempo.

Pontualmente às 18h, os seguranças do TRE fizeram uma barreira para sinalizar o último eleitor da fila. Nenhum tipo de confusão foi registrada.

Já com o horário encerrado para entrar na fila, o bombeiro civil Alex Araújo, 26, lamentou ter se atrasado. Ele culpou o horário que saiu do trabalho e o engarrafamento. "Agora vou me informar, e saber o que posso fazer para não ficar prejudicado", contou Alex.

De acordo com o TRE–BA, quem não realizou o recadastramento biométrico até ontem terá o título cancelado. O órgão ainda não definiu o procedimento para regularizar a situação.

*Sob supervisão da editora Meire Oliveira