Qui, 25/01/2018 | Atualizado em: 25/01/2018 às 05h00

Acabe com a sede dos idosos

Camila de jesus*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O calor está em alta, o que pede cuidado redobrado para evitar a desidratação, que é a diminuição de líquido no organismo. Com os idosos essa atenção deve ser reforçada em função de uma mudança natural nessa fase da vida. "O centro regulador da sede se desregulariza com o envelhecimento, fazendo com que eles não busquem saciá-la", explica a geriatra Eliane Ferreira da Silva, do Hospital Santa Izabel

Dentre os principais sintomas da desidratação listados pela especialista estão perda de suor, diminuição do ritmo das atividades, sonolência e redução da urina. "Pacientes que dependem de terceiros para beber água podem ter consequências mais severas, como desorientação, e de forma rápida", alerta.

Para que isso não ocorra, a médica indica a oferta de água, sucos e chás. "Se a pessoa tem dificuldade para engolir e apresentar sonolência e queda de consciência, o ideal é levá-la ao hospital", frisa.

* Sob a supervisão da editora Ellen Alaver