Qua, 24/01/2018 | Atualizado em: 24/01/2018 às 05h00

É hoje! Brasil dividido em torno de Lula

Estadão Conteúdo e Agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O clima é de tensão e ansiedade. O Brasil se dividiu para apoiar ou condenar o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva no esperado julgamento do primeiro recurso no caso do triplex do Guarujá, que acontece hoje no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Desde ontem, diversos grupos políticos e sociais se manifestaram em várias capitais do país.

Lula chegou em Porto Alegre para participar da "grande marcha" promovida pelo PT. Ele discursou no centro da cidade, ao lado de políticos como a ex-presidente Dilma Rousseff, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias, a presidente do PCdoB, Luciana Santos, e a pré-candidata à presidência da República pelo PCdoB, Manuela D'Ávila. Porém, o ex-presidente retornou à São Paulo ainda na noite de ontem, de onde acompanhará o julgamento.

A sessão está prevista para começar às 8h30 pelo presidente da oitava turma, Leandro Paulsen. Em seguida vem a leitura do relatório, que é um resumo de todo o processo, pelo desembargador João Pedro Gebran Neto. Serão 300 jornalistas credenciados, sendo 43 correspondentes de outros países, como Inglaterra, Estados Unidos, China, Alemanha e Japão.