Tá Quente!

Ter, 23/01/2018 | Atualizado em: 23/01/2018 às 05h00


Tá Quente!

Relatório Não houve pane no avião de Teori

Das Agências
A+ A-

O avião que caiu com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki em 19 de janeiro de 2017, em Paraty, no Estado do Rio de Janeiro, não apresentou pane ou mau funcionamento, de acordo com relatório divulgado ontem pela Força Aérea Brasileira (FAB).

A apuração, realizada pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da FAB, entretanto, não aponta a causa do acidente que matou o ministro aos 68 anos. Segundo a FAB, o piloto era "experiente", mas na hora do acidente a visibilidade estava "restrita" e, com isso, não havia condições mínimas para pouso e decolagem. O relatório não cita possíveis culpados pela queda.

Mesmo com tamanha experiência de vôo, o responsável pela investigação, o coronel Marcelo Moreno informou que o piloto do avião, Osmar Rodrigues, "muito provavelmente teve uma desorientação espacial que acarretou a perda de controle da aeronave".

Conforme a Cenipa, a principal causa da morte das cinco pessoas a bordo o' avião foram politraumatismo em razão do do impacto causado pela queda da aeronave.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente foi próximo à Ilha Rasa. Na hora do acidente, chovia forte em Paraty e a região estava em estágio de atenção.

Teori foi o ministro responsável pelas investigações da Operação Lava Jato na Corte, tratando dos processos dos investigados com foro privilegiado.