Edição do dia
Qui, 11/01/2018 | Atualizado em: 11/01/2018 às 05h01

Proposta! Ceifador é a bola da vez

Estadão Conteúdo
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O Corinthians se aproximou da contratação de Henrique Dourado, do Fluminense, ontem. O clube carioca decidiu abrir negociação com o time paulista para tentar chegar em cifras que assegurem a transferência do atacante, que já avisou, através de seus agentes, que não tem interesse em permanecer nas Laranjeiras.

O presidente do clube carioca, Pedro Abad, chegou a dar duras declarações na terça-feira assegurando que não havia chance de vender o atacante. Mas tudo não passou de uma forma de dar satisfação para a torcida e deixar claro que uma possível saída do jogador será por vontade dele, e não do clube.

Porém, a negociação ajudará nas finanças do Fluminense, que estão bastante prejudicadas, tanto que vários outros atletas mais experientes e com salário alto já deixaram o clube, como o goleiro Diego Cavalieri e o zagueiro Henrique.

O Corinthians está disposto a pagar algo em torno de R$ 8 milhões pelo atacante. O Fluminense quer o mais perto possível da multa, que é de cerca de R$ 17 milhões.