Plantão

Qui, 11/01/2018 | Atualizado em: 11/01/2018 às 05h01


Plantão

Sem segunda chance contra assassinos

A+ A-

Uma mulher de prenome Gabriela foi executada a tiros ontem à tarde, no Conjunto habitacional Primavera, na Rua Ulisses Guimarães, em Sussuarana. Ela foi morta na Quadra 3, a 10 metros do Bloco 3, o qual morava com uma amiga e uma criança, há duas semanas.

Sem se identificar, uma testemunha afirmou que a mulher caminhava na rua, quando dois homens chegaram em uma moto de dados não anotados já atirando. "Eles vieram de lá [final da rua]. Ela estava ali no canto, ainda tentou correr", contou o homem.

Segundo o major Souza Ferreira, comandante da 48ª CIPM (Sussuarana), há informações de que Gabriela era moradora do bairro do Uruguai, na Cidade Baixa, e foi morar em Sussuarana após sofrer uma tentativa de homicídio, no final do mês de dezembro último. "Fomos informados de que ela era envolvida com o tráfico de drogas lá no Uruguai", revelou o comandante.

No local do crime, um morador disse que Gabriela havia sido morta pelo ex-companheiro. Conforme o delegado Alberto Schramm, do Departamento de Homicídios (DHPP), essa versão também foi passada à polícia, mas ainda não foi confirmada.