Tá Quente!

Ter, 09/01/2018 | Atualizado em: 09/01/2018 às 05h00


Tá Quente!

É hoje? Ministra pode não ser nomeada

A+ A-

O juiz federal Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói (RJ), suspendeu ontem a nomeação e a cerimônia de posse da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) como nova ministra do Trabalho do governo Michel Temer. O juiz disse que a escolha da parlamentar por Michel Temer desrespeita a moralidade administrativa, porque ele já foi condenada pela Justiça trabalhista.

Ele estabeleceu multa de R$ 500 mil a cada agente público que descumprir a decisão. "No caso concreto, conceder a liminar sem ouvir os réus encontra-se justificado diante da gravidade dos fatos sob análise", explicou o juiz, ao entender que é grave nomear para um cargo de tamanha magnitude, como o de ministro do Trabalho, uma pessoa que já teria sido condenada em reclamações trabalhistas.

O magistrado acatou pedido de liminar em uma das seis ações populares protocoladas na Justiça Federal do Rio pelo grupo Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes.