Edição do dia
Sáb, 06/01/2018 | Atualizado em: 06/01/2018 às 05h00

De graça! Messi pode sair do Barça sem custos

Estadão Conteúdo
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Considerado como um dos principais instrumentos da independência da Catalunha, o Barcelona poderia ficar sem seu principal astro caso a separação da região com a Espanha de fato ocorresse. Lionel Messi incluiu em seu novo contrato com o clube uma cláusula que o permite deixar o time sem qualquer tipo de multa caso haja uma independência e o clube fique impedido de atuar em grandes campeonatos.

A revelação foi publicada ontem pelo jornal espanhol 'El Mundo'. O clube catalão não comenta os contratos de seus jogadores. Mas, de acordo com fontes de dentro do clube, de fato, a concessão foi feita pelos diretores do time. Os cartolas consideram que o gesto de Messi é, na realidade, uma demonstração de seu compromisso com o clube, sempre que possa jogar uma grande competição.

Oficialmente, o clube não adotou uma postura contra ou a favor da independência da Catalunha. Mas, nos bastidores, não tem evitado que parte de sua torcida use os jogos para empunhar a bandeira de uma região independente.

Um de seus maiores nomes, Josep Guardiola, chegou a dizer que a Catalunha vivia "sob a ditadura da Espanha". O zagueiro Gerard Piqué também foi alvo de polêmicas por parte de seu posicionamento.

Com 30 anos, Messi fechou em novembro um contrato com duração até 2021, depois de muitas polêmicas e sugestões de que sua era no Barça teria terminado. Por cerca de R$ 136 milhões por ano, o argentino optou por permanecer. A multa estipulada para quem quiser levar Messi antes de 2021 é de R$ 2,7 bilhões.