Edição do dia
Sex, 05/01/2018 | Atualizado em: 05/01/2018 às 05h00

Assassinato leva PM para o xadrez

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O soldado da Polícia Militar Cléber Damasceno Leal, 31 anos, lotado na 47ª CIPM (Pau da Lima), foi preso em flagrante na noite da quarta-feira (3), na Fazenda Grande 3, suspeito de participar do rapto e morte de Luiz Flávio Silva Santos, 18, o Flavinho, horas antes.

O PM foi ouvido no Departamento de Homicídios (DHPP), ainda na quarta-feira e, ontem, foi liberado após participar de audiência de custódia.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP/ BA), na madrugada da quarta-feira, o soldado e mais cinco comparsas invadiram a casa de Flavinho, na Fazenda Grande 3, e o levaram. O corpo dele foi localizado às 6h20 da manhã do mesmo dia, na Rua Paulo Fernandes da Costa, na Fazenda Cassange, em São Cristóvão.

Ainda conforme a SSP, Flavinho foi executado a tiros e com golpes de foice. A foice, segundo a SSP, foi pega pelos suspeitos na casa da família do rapaz. Uma pistola calibre 380 foi apreendida com o policial e encaminhada para perícia.