Esporte

Sex, 05/01/2018 | Atualizado em: 05/01/2018 às 05h00


Esporte

Meta ousada Nilton quer três títulos em 2018

Tiago Lemos
A+ A-

Nilton Ferreira Júnior foi o primeiro jogador apresentado pelo Bahia na temporada 2018. Ontem, o volante de 30 anos prometeu muito esforço com a camisa azul, vermelha e branca.

"Os tricolores não tenham dúvida que o Nilton vai chegar para poder dar o máximo de si, sempre correr por eles, que eles merecem isso, merecem títulos. Vou sempre trabalhar forte", disse.

A principal dúvida do torcedor está na capacidade do experiente atleta de repetir as atuações da época na qual usou as cores do Cruzeiro, em 2013 e 2014, quando foi bicampeão brasileiro. Depois disso, Nilton passou por Inter e Vissel Kobe, clube do Japão.

De acordo com o próprio jogador, no entanto, ele ainda vai queimar muita lenha no futebol. "Sou acostumado com cobranças, isso me motiva, foi uma das coisas que me trouxeram de volta [ao Brasil]. Sentia a falta do torcedor, do abraço, da cobrança, e sempre faço promessas, gosto muito de metas. Se não houvesse isso aí não teria êxito na minha carreira. Graças a Deus consegui títulos que nunca pensei que fosse conquistar. E hoje, com 30 anos, mas com fôlego de garoto, vou tentar ajudar", explicou.

Sobre os objetivos citados acima, Nilton acredita que o Esquadrão pode conquistar três títulos nas cinco competições que disputará este ano: Estadual, Nordestão, Copa do Brasil, Sul-Americana e Brasileirão. "Até pela força, pela intensidade que o Bahia vai entrar nos campeonatos", justificou.

Depois de ficar seis meses afastados dos gramados após testar positivo em exame antidoping na época de Internacional, Nilton deu a volta por cima no futebol japonês, onde atuou nos dois últimos anos. Agora, precisa se readaptar ao jeito brasileiro de jogar.

"Tem que se acostumar com o calor novamente. Cheguei aqui e disse que esqueci de trazer um ventilador portátil", brincou o meio-campista.