Viver Bem

Qui, 04/01/2018 | Atualizado em: 04/01/2018 às 05h00


Viver Bem

Uma mão lavando a outra

A+ A-

É difícil perceber no dia a dia como alguns hábitos simples podem ser muito benéficos para a saúde. Lavar as mãos, por exemplo, um ato tão normal do cotidiano, é capaz de reduzir o risco de contrair doenças como gripe e conjutivite. Isso porque o corpo humano é cheio de germes capazes de trasmitir doenças e as mãos são uma importante via de contágio, levando esses organismos de um lugar a outro do corpo.

De acordo com o médico Aier Adriano Costa, o simples hábito de lavar as mãos é uma importante forma de prevenção de deonças. "Se não mantivermos as mãos limpas, atos simples como coçar os olhos, o nariz e a boca podem colocar sua saúde em risco", alerta.

Além do próprio corpo, estamos sempre em contato com objetos e lugares que abrigam microorganismos. Ônibus e metrôs, por exemplo, são lugares propícios para o contato com bactérias, já que neles circula um grande número de pessoas. O recomendado é que se lave as mãos diversas vezes ao longo do dia: após usar o banheiro, depois de assuar o nariz, antes e depois das refeições e após o contato com animais, são alguns dos momentos cruciais para fazer a higiene.

O problema é que nem sempre é possível fazer a higiene correta das mãos quando se passa muito tempo na rua. Uma alternativa é carregar na bolsa um álcool-gel. "O produto serve para desinfetar e matar qualquer tipo de bactéria, desde que sua concentração seja de 60% a 80%", afirma o médico. Mesmo com a eficácia e duração prolongada, o álcool em gel não substitui a lavagem ideal, com água e sabão. Siga as dicas e evite a contaminação por meio das mãos.