Edição do dia
Seg, 18/12/2017 | Atualizado em: 18/12/2017 às 05h00

Ajuda para para quem é especial

Camila de jesus*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Uma boa escovação é fundamental para manter a saúde bucal em dia, mas esse processo pode ser um pouco mais complicado para pessoas que tenham alguma dificuldade física ou ao longo da vida sofram alguma trauma.

Segundo a dentista Katharina Almeida, os principais fatores que dificultam a escovação são atrasos neurológicos, doença de Alzheimer, paciente com sequela de AVC, esclerose múltipla, lesão na medula espinhal e síndrome de Down. "São condições que normalmente causam sequelas motoras ou dificuldades de coordenação", explica.

A especialista recomenda que pacientes com dificuldade para escovação evitem alimentos que favorecem as cáries e optem por aqueles que não 'alimentam' os mico-organismos da placa bacteriana. "No primeiro grupo estão os açúcares; enquanto no segundo figuram as proteínas, gorduras e alimentos mais duros, que estimulam a salivação. É o caso da maçã, da cenoura e da pera", enumera.

A dentista frisa que é importante que familiares ou responsáveis pelo paciente auxiliem e supervisionem o processo de escovação. "Ainda que o paciente utilize recursos especiais de adaptação, a ajuda é indispensável", frisa.

* Sob a supervisão da editora Ellen Alaver