Edição do dia
Qui, 07/12/2017 | Atualizado em: 07/12/2017 às 05h00

Casa de vereador é alvo de balaços

Raul Aguilar
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

raul.castro@jornalmassa.com

"Eu e minha esposa acordamos com o barulho do tiro que atingiu a parede do nosso quarto", revelou José Sérgio Santos Silva, o Jorge do Portal, vereador de Biritinga (a 192 km de Salvador). Por volta das 2h15, criminosos passaram atirando na frente da casa do vereador, acertando a casa e o carro de um familiar dele que se encontrava em frente à casa.

"Nunca tinha passado por uma situação dessa, não tenho inimigos. No primeiro momento, achei até que fossem bombas. Levantei para ver o que era e fui contido por minha esposa, que está grávida. Se eu saísse, não sei o que poderia acontecer", lembrou o vereador.

O crime ainda é um mistério para a polícia, já que a vítima afirmou em depoimento que não tem inimigos e que não fazia ideia de quem poderia ter cometido a ação. "Em depoimento, a vítima informou que na madrugada, após os disparos, ouviu o barulho de uma motocicleta fugindo em velocidade, o que pode indicar em qual veículo que os criminosos estavam. Essa semana ouviremos testemunhas. O DPT foi ao local e em 30 dias deve sair o laudo com informações sobre a arma que foi utilizada", afirmou o agente Judinei, da DT de Biritinga.

Jorge, que está no 2º mandato de vereador pelo PT, é conhecido por fazer oposição a projetos da gestão municipal. A polícia acredita que o atentado foi para intimidar. Jorge afirmou que espera a prisão dos criminosos e que "seu trabalho para o povo não vai parar".