Edição do dia
Ter, 05/12/2017 | Atualizado em: 05/12/2017 às 05h00

Todo mundo de vermelho para saudar Santa Bárbara

Henrique Almeida e Felipe Santana*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

redacao@jornalmassa.com

Com fé e devoção, milhares de pessoas se reuniram, na manhã de ontem, no Centro Histórico de Salvador para celebrar o dia de Santa Bárbara e Iansã, na associação religiosa com o candomblé. As ruas do Pelourinho e da Barroquinha se tornaram solo de oração e gratidão. As celebrações começaram, às 5h, com alvorada de fogos. Por volta das 8h, no Largo do Pelourinho, católicos e adeptos da religiões de matriz africana participaram da missa campal caracterizada pelas diferentes tonalidades de vermelho que dão cor ao festejo. Em 2008, a festa foi considerada Patrimônio Imaterial da Bahia, pelo impacto de fé e resistência na cultura popular. Durante a missa, em uníssono, mãos dadas e entre lágrimas de alegria e emoção, foram entoados cânticos à homenageada do dia que também é patrona do Corpo de Bombeiros.

*Sob a supervisão da editora Meire Oliveira