Edição do dia
Seg, 04/12/2017 | Atualizado em: 04/12/2017 às 05h00

Quebra! Sambistas arrastam multidão e pedem paz

Felipe Santana*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Arrastando uma multidão do Campo Grande até a Praça Castro Alves, os foliões que participaram da 12º Caminhada do Samba tiveram o privilégio de acompanhar uma prévia do Carnaval de 2018. Reunindo nove trios, com blocos que integram a União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba), o evento levou grandes nomes do ritmo musical na Bahia.

Os primeiros blocos iniciaram o cortejo por volta das 14h30, reunindo atrações como Bambeia, Miudinho, É o Tchan, Movimento, Deny Palma e Fora da Mídia. Participaram, ainda, A Grande Família, Fuzukda e Q Felicidade. Além de aproveitar a festa os foliões levaram para a avenida uma mensagem de paz, tendo em vista que uma das propostas era que todos fossem vestidos de branco.

Após anunciar abertura da caminhada, a Unesamba realizou uma homenagem ao sambista Walmir Lima, que celebra 70 anos de carreira e tornou-se referência nacional do samba baiano e a para a cantora, Claudete Macedo.

"Muito emocionante em fazer parte dessa história que é o samba na Bahia. Por isso digo que o samba é minha religião e dela me criei", diz Walmir.

* sob supervisão da jornalista Hilcélia Falcão