Edição do dia
Ter, 28/11/2017 | Atualizado em: 28/11/2017 às 05h00

Dá para mostrar o trabalho em Sampa

Tiago Lemos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Última rodada do Brasileirão, poucas chances de vaga na Libertadores e presença garantida na Sul-Americana. O jogo do próximo domingo, contra o São Paulo, no Morumbi, às 16h, pode não ter a mesma importância das demais 37 partidas do Bahia na Série A 2017.

Para alguns atletas, no entanto, será uma possibilidade de ouro de mostrar bom futebol e tentar beliscar uma vaga na equipe em 2018.

O caso principal é de Wellington Silva. O lateral-direito deve substituir Eduardo, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos após receber o terceiro na derrota para a Chapecoense, no último domingo, por 1 a 0.

Wellington Silva disputou apenas três jogos este ano, ainda pelo Campeonato Baiano. O ala sofreu com uma lesão no joelho esquerdo e ficou fora por sete meses, porque teve de passar por uma cirurgia.

Desde o triunfo sobre a Ponte Preta por 2 a 0, no último dia 5, o atleta tem sido relacionado para os jogos do Tricolor. Se for titular e atuar bem, pode mostrar que, mesmo com os problemas físicos, tem qualidade para continuar na equipe.

Outros que podem voltar ao time são: o volante Edson, o meia Régis e o atacante Hernane. Zé Rafael, expulso, e Mendoza, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, não jogam. Vinícius pode perder a posição entre os titulares.

Para a partida, o São Paulo vai vender ingressos a um real.