Edição do dia
Qui, 16/11/2017 | Atualizado em: 16/11/2017 às 05h00

Dor demais é um perigo!

cleane Lima*
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O nome é quase um trava-línguas, mas o que a rabdomiólise pode fazer, na real, é travar a musculatura e fazer um estrago no rins.

Trata-se da destruição do músculo, provocando a liberação de mioglobina (substâncias da estrutura muscular) para a corrente sanguínea. "Por ser tóxica, ao ser filtrada pelo rim, a mioglobina provoca uma necrose tubular aguda, que pode levar à insuficiência renal", explica Marco Antônio Silveira, nefrologista do Hospital Santa Izabel.

Segundo o especialuista, as causas são variadas e vão desde a origem congênita, como deficiências enzimáticas, até grandes traumas provocados em catástrofes. "Infecções virais e bacterianas, uso de medicamentos, como remédios para baixar o colesterol, e intenso esforço físico também podem provocar a lesão", enumera.

Fraqueza e dor muscular estão entre os sintomas mais frequentes, mas eles variam conforme a causa, de acordo com o médico. "Se for infecciosa, a dor é generalizada, mas em caso de esforço físico, localiza-se no músculo trabalhado", avisa.

* Sob a supervisão da editora Ellen Alaver