Edição do dia
Qua, 15/11/2017 | Atualizado em: 15/11/2017 às 05h00

Prefeitos terão que usar tornozeleira

Das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Investigados pela Polícia Federal por fraude em contratos que desviaram R$ 200 milhões dos cofres públicos, os prefeitos afastados Cláudia Silva Santos Oliveira (Porto Seguro), José Robério Batista de Oliveira (Eunápolis) e Agnelo Santos (Santa Cruz Cabrália) terão que usar tornozeleira eletrônica, determinou o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Além do uso do equipamento, os três gestores não poderão manter contato com os outros investigados do caso e deverão se apresentar à Justiça em Eunápolis a cada 30 dias. Todos foram alvo da operação Fraternos, desencadeada pela PF no dia 7 de novembro. Cláudia e José Robério, que são casados, tentaram reaver os cargos por meio de recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas o pedido foi negado. Os vices-prefeitos assumiram os respectivos postos.