Edição do dia
Sex, 10/11/2017 | Atualizado em: 10/11/2017 às 05h00

Eunápolis Câmara avalia cassar prefeito

Da Redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A Câmara Municipal de Eunápolis vai analisar um pedido de cassação do prefeito afastado Robério Oliveira (PSD), alvo de investigação da Polícia Federal sob suspeita de atuar num esquema que desviou cerca de 200 milhões em licitações fraudulentas.

O documento foi formalizado ontem pelo vereador Arthur Dapé (DEM), alegando que "há fortes indícios de crimes cometidos contra o erário de Eunápolis".

Na ocasião, Dapé defendeu, "por dever constitucional", que a Casa instaure um processo para a apuração de infrações político-administrativas em torno das acusações. Caso seja aprovada, a investigação terá acesso a todas as provas colhidas pela própria PF, Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF).

 Apesar do apelo popular nas galerias da Câmara, os representantes do legislativo não conseguiram reunir o número mínimo para abrir a sessão. Dos 17 vereadores, apenas oito compareceram ao plenário.