Edição do dia
Qui, 09/11/2017 | Atualizado em: 09/11/2017 às 05h00

Bahia vence fora e manda recado: tô chegando, Liberta!

Alexandre Santos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Depois de vencer o Avaí por 2 a 1, ontem, em Florianópolis, o Bahia não poderia figurar em situação melhor no Brasileiro: longe do Z-4 e a um passo da zona de classificação para a Copa Libertadores 2018. O nome da partida foi o acante Edigar Junio, com dois gols.

Apesar do triunfo suado, o Tricolor agora ocupa a 9ª colocação, com 45 pontos - soma que matematicamente elimina as chances de rebaixamento na Série A.

No retrospecto do duelo na Ressacada, o Esquadrão não foi tão bem assim. O Azulão começou melhor e, aos dois minutos, quase inaugurou o marcador, após um vacilo de Thiago Martins. Numa espécie de apagão, o zagueiro errou um recuo e, por pouco, não entregou o ouro nos pés de Júnior Dutra, que bateu sem precisão e parou em Jean.

Na sequência, o mesmo Dutra teria outra boa chance, novamente desperdiçada. Água mole, pedra dura, e os donos da casa não demorariam a inaugurar o placar.

Aos 16, o veterano Marquinhos cobrou falta no canto direito do arqueiro tricolor, que falhou feio e viu a bola morrer mansinha no fundo da rede.

Pode ter demorado, mas na primeira chance, o Bahia não decepcionou. Em cobrança de falta, Juninho carimbou as duas traves. Na sobra, Renê tentou, mas a bola acabou sobrando para Edigar Junio empatar a partida. Aos 33 da etapa final, uma trama ofensiva levaria o Esquadrão a mudar a história do confronto.

Numa triangulação pela esquerda, Mendoza encontrou Allione dentro da área. O argentino avançou, venceu a marcação e rolou para Edigar Junio fazer o segundo do Tricolor e se tornar o cara da partida. Seu feito? Sétimo tento em sete jogos.

Que venham agora Atlético-MG e Santos, na Arena Fonte Nova.