Edição do dia
Ter, 24/10/2017 | Atualizado em: 24/10/2017 às 05h00

Ferrou... Juiz quer Cabral em 'jaula' federal

Das agências
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O juiz federal Marcelo Bretas, da 1ª instância da Lava Jato no Rio de Janeiro, autorizou ontem a transferência do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) para um presídio federal.

A decisão atende a pedido do MPF (Ministério Público Federal). Não foi definida, contudo, a unidade prisional para a qual o ex-governador será enviado. A defesa de Cabral afirma que a decisão é arbitrária e que irá recorrer.

São quatro presídios federais existentes no país: Mossoró (RN), Campo Grande (MS), Catanduvas (PR) e Porto Velho (RO).

O pedido foi feito após Cabral ter mencionado, durante interrogatório realizado na 7ª Vara Criminal, informações pessoais a respeito de Bretas, sobre as quais ele supostamente não deveria ter tido acesso.

Na audiência da ação penal referente a acusação de lavagem de dinheiro por meio de compra de joias, Cabral afirmou que a família do juiz Marcelo Bretas teria entrosamento com joias, uma vez que, segundo ele, "vendia bijuterias".